Advogado diz que denúncia do MPPB é ‘espetacularização’ cujo objetivo é “desconstruir legado do ex-governador Ricardo Coutinho”

O advogado de defesa do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, Eduardo Cavalcanti, comentou na noite de ontem (13) a denuncia do Ministério Público da Paraíba (MPPB) contra o ex-gestor e outros 34, encaminhada ao Poder Judiciáriono âmbito da Operação Calvário.

Segundo Eduardo, uma narrativa sem provas, feita por ações de uma delatora, não se caracterizam como fato concreto e por consequência crime. Ele caracterizou a operação como midiática com o objetivo de desconstruir o que o ex-governador construiu no Estado ao longo de oito anos.

“Uma denúncia sem qualquer prova a não ser delações, além da tentativa permanente do Ministério Público em criminalizar qualquer diálogo que envolva gestão de governo. Não existe culpa por não existir fato concreto. Não existe qualquer aumento minimamente ilícito do patrimônio, enfim, uma operação espetacularizada com objetivos majoritários de encobrir conquistas dos oito anos de governo”, avaliou Cavalcanti.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Site Footer

Sliding Sidebar