Durante Romaria da Penha, Cícero Lucena diz que evento representa momento de renovação da fé e esperança em dias melhores


Em sua 260ª edição, a Romaria de Nossa Senhora da Penha, mais uma vez, reuniu uma multidão em oração – da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no bairro de Jaguaribe, ao Santuário de Nossa Senhora da Penha, na porta do litoral Sul de João Pessoa. Um percurso de 14 quilômetros, que foram transformados em um imenso corredor humano. O prefeito Cícero Lucena, ao lado da primeira-dama Lauremília Lucena, caminhou entre os fiéis e disse que a procissão representa um momento de renovar a fé e ter esperança em dias melhores.

“Alegria de renovar a minha fé e esperança em dias melhores para a cidade de João Pessoa. Nossa Senhora da Penha, bota seu manto sobre todos que moram em João Pessoa e também os que nos visitam. Uma belíssima procissão, que eu fico muito feliz de participar e encontrar as pessoas nesse momento de fé”, afirmou o prefeito, que lembrou que a Prefeitura de João Pessoa deu todo apoio para a realização do evento e também realizou um esforço em conjunto com órgãos do Governo do Estado.


O encerramento da procissão teve a celebração de missa campal, presidida pelo arcebispo metropolitano Dom Manoel Delson, com a temática central na figura de Jesus, o Cristo Rei. Na homilia, o arcebispo destacou o período de evangelização que a Igreja Católica vivencia e concluiu aos fiéis que reproduzam os ensinamentos de Cristo pelo bem da humanidade e salvação das almas. “Que sejamos como ovelhas que reproduzem os ensinamentos e a prática do Bom Pastor em todas as nossas atividades”, enalteceu o arcebispo.

A Arquidiocese da Paraíba acredita que mais de 500 mil pessoas participaram da Romaria da Penha este ano. Depois de sair da Igreja de Lourdes, em Jaguaribe, os romeiros percorreram a Avenida Pedro II, Rua Sérgio Guerra, Rua Santa Bárbara, Avenida Hilton Souto Maior até o bairro da Penha. Vários trios elétricos acompanharam o percurso, com música e oração.

A Romaria da Penha reúne pessoas de várias regiões da Paraíba e do Brasil, manifestando sua fé, em oração, louvando, pedindo graças e agradecendo verdadeiros milagres atribuídos à Nossa Senhora da Penha. Muitas famílias presentes – a de Jéssica e Winteres estava na procissão para agradecer pela vida do filho. Ele sobreviveu a um grave acidente, hoje está de cadeira de rodas, mas em plena recuperação, que será alcançada, de acordo com eles, com muita oração.

“Momento de fé, de emoção, de amor – um encontro maravilhoso. Todo ano a gente vem. A gente já vinha antes, mas, devido a promessa que fizemos pelo nosso filho, pelo milagre que aconteceu, temos ainda mais motivos. Estou agradecendo pela vida dele e, ao mesmo tempo, pedindo para que ele continue melhorando. Hoje ele está cadeirante, mas eu creio que ele ainda vai vir andando, para a gente cumprir mais essa promessa”, enfatizou a fiel.

Para garantir as melhores condições aos participantes, a Prefeitura de João Pessoa envolveu a participação de diversas secretarias no evento religioso. Desde o esquema de trânsito, segurança, logística e infraestrutura do percurso, os fiéis puderam caminhar pela procissão num clima de paz e muita tranquilidade. “Graças a Deus que tudo deu certo. A gente sai de casa com o intuito de participar desse momento de fé, mas sempre se preocupa no caso de acontecer alguma coisa ou se não vai ter a estrutura adequada. Mas foi tudo lindo”, comemorou o comerciante Gerson de Souza.

Europa vai barrar brasileiros enquanto pandemia não for controlada no país

Cícero Lucena autoriza construção da nova USF do Cidade Verde e reforça compromisso da Prefeitura cobrir 100% da população

Criação do Memorial Covid-19 é aprovada por unanimidade na Assembléia Legislativa

Site Footer

Sliding Sidebar

O Fuxiqueiro – Todos os direitos reservados.