Governo do Estado lança aplicativo mostrando onde comprar mais barato na Paraíba

O governador João Azevêdo lançou, nesta sexta-feira (28), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, o aplicativo ‘Preço da Hora’, que possibilita aos consumidores paraibanos e aos gestores públicos consultar, em tempo real, o preço de quase um milhão de itens comercializados em 121.590 estabelecimentos distribuídos nos 223 municípios paraibanos. A ferramenta de transparência é resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e da Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata), do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O aplicativo poderá ser baixado em smartphones – está disponível nos sistemas IOS e Android  –  em tablets e computadores, por meio do site precodahora.pb.gov.br, e no banner do portal do Governo da Paraíba (paraiba.pb.gov.br).

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou que o aplicativo ‘Preço da Hora’ irá promover uma verdadeira mudança de hábito no consumo dos paraibanos. “Esse dispositivo vai gerar uma verdadeira revolução na vida das pessoas e também dos fornecedores e comerciantes que, diante de uma situação como essa, começarão a se preocupar com os preços que praticam; daqui a alguns meses, teremos uma mudança no perfil de consumo e  na distribuição de produtos”, sustentou.

O gestor também agradeceu a parceria com o TCE e com a UFPB no sentido de ajudar a população e destacou o esforço da gestão de investir em tecnologia. “Esse é um caminho sem volta; nós estamos trabalhando no Governo do Estado, dentro do que chamamos de governo digital, para que cada vez mais a necessidade de deslocamento do cidadão para tratar de atividades que a gestão pública desempenha seja a mínima possível”, frisou.

O secretário da Fazenda, Marialvo Laureano, lembrou que o aplicativo é uma ferramenta desenvolvida integralmente na Paraíba e tem o objetivo de facilitar a vida do cidadão nas compras de medicamentos, alimentos, combustíveis e materiais de construção e escolar num raio de 30 km a partir do local da pesquisa. “Esse aplicativo tem um efeito prático, pois gera economia, facilidade, celeridade e incremento no poder de compra e  também vai ajudar os gestores, trazendo inovação nas licitações e pregões. Nós estamos fortalecendo e incentivando o comércio local e esses são dados reais porque o aplicativo vai na base da Secretaria da Fazenda e atualiza de cinco em cinco minutos quais os preços mais baratos”, comentou.

O presidente do TCE, Arnóbio Viana, afirmou que o aplicativo ‘Preço da Hora’ representa uma transmissão indireta de renda e o compromisso social do órgão com os paraibanos. “O Estado transmite dados que eram de domínio exclusivo da Secretaria da Fazenda e agora nós temos a capacidade de dizer quem vende mais barato para a população de forma direta. Fico muito feliz como presidente do TCE de dizer que a nossa Corte não está apenas cumprindo o nosso dever constitucional de fiscalizar os recursos públicos, mas exerce a sua responsabilidade social e continuaremos com essa usina de eficaz retorno dos dispositivos de computação para trazer benefícios para coletividade no aspecto da transparência, que é o maior veículo de combate à corrupção”, falou.

O diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFPB, professor Valmir Rufino, falou que a Universidade tem realizado pesquisas importantes para contribuir com a sociedade. “A Instituição é de suma importância para o desenvolvimento do país. Nós temos pesquisadores de alto nível e que têm contribuído na perspectiva de objetivos traçados para o nosso cotidiano”, disse.

A vice-governadora Lígia Feliciano, deputados estaduais e auxiliares do Governo da Paraíba prestigiaram o evento.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Site Footer

Sliding Sidebar