Governo do Estado lança Trigésimo Salão do Artesanato da Paraíba em Campina Grande

Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde)/Programa do Artesanato da Paraíba (PAP), promoveu, nesta terça-feira (4), em Campina Grande, o lançamento do 30° Salão do Artesanato da Paraíba. O evento, realizado no auditório da Unifacisa, contou com a presença da primeira-dama e presidente de Honra do PAP, Ana Maria Lins, além de diversos auxiliares do Governo do Estado.

No lançamento, foram apresentados o funcionamento do Programa do Artesanato da Paraíba e a peça publicitária do evento, que tem como protagonistas os próprios artesãos na apresentação.

Em sua 30ª edição, o Salão do Artesanato da Paraíba, que será realizado no período de 12 a 30 de junho, em Campina Grande, tem como tema “Labirinto – A Arte que Une Gerações”. Seis mestras desta tipologia serão homenageadas, representando mais de quatro mil profissionais que trabalham com o labirinto no Estado, contemplando principalmente as regiões do Brejo e Agreste.

Na ocasião, Ana Maria Lins destacou a importância do evento para o artesanato paraibano. “O Governo do Estado não mediu esforços para realizar a 30ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba, valorizando esses profissionais que tanto bem fazem ao nosso Estado, econômica e culturalmente”, disse a primeira dama.

E ressaltou: “Uma grande novidade, que me deixou particularmente feliz, é que a entrada ao evento custará um quilo de alimento não perecível, cuja arrecadação será doada a instituições carentes de Campina Grande, por meio de uma parceria entre o Governo do Estado e a Diocese do município “.

Já o secretário do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, ressaltou a dinâmica do 30° Salão do Artesanato da Paraíba. “O evento, este ano, vem de uma maneira completamente diferente, maior e dinâmico, uma ação muito importante do Governo do Estado para incrementar o São João de Campina Grande”, adiantou.

Para o secretário da Comunicação Institucional, Luís Tôrres, o Salão do Artesanato em Campina Grande será a maior edição já realizada. “É a 30ª edição , mas a população pode ter certeza de que é uma edição completamente transformada, mudada, cheia de novidades. Eu não tenho receio em afirmar que será a maior e melhor edição do Salão do Artesanato da Paraíba”, ressaltou.

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, destacou o local do evento como uma das novidades. “A realização do Salão do Artesanato da Paraíba no Museu de Arte Contemporânea da Unifacisa torna o artesanato paraibano ainda mais típico, mais cultural, ressaltando o valor dos nossos artesãos para a cultura e também para o turismo do nosso Estado”, comentou.

A secretária de Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Cláudia Vital do Rêgo, falou da expectativa para o evento. “É como se fosse um filho com data para nascer: 12 de junho. O Governo do Estado tem valorizado o turismo, o empreendedorismo, criando a geração de emprego e renda”, afirmou.

Estiveram presentes ainda ao lançamento da 30ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba diversos representantes de instituições parceiras da realização do evento, a exemplo do Banco do Nordeste e Sebrae, e diversos órgãos do Governo do Estado, como o Procon-PB, representado pela superintendente Késsia Liliana. A curadora do Salão do Artesanato da Paraíba, Janete Lins, também participou do evento.

Novidades e investimentos – Com uma megaestrutura, o 30° Salão do Programa do Artesanato da Paraíba tem como principais novidades a conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente. Sacolas e canudos plásticos não serão utilizados durante a realização do evento.

Outra grande novidade será a entrada do evento mediante a doação de um quilo de alimento não perecível, cuja arrecadação será doada a instituições carentes de Campina Grande, em uma parceria entre o Governo do Estado e a Diocese do município.

A 30ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba ocorrerá de 12 a 30 de junho em Campina Grande, no Museu de Arte Contemporânea da Unifacisa, das 15h às 22h.

Ao todo, são 330 expositores, contemplando tipologias como o labirinto (temática desta edição), algodão colorido, brinquedos populares, cerâmica, metal e couro, além da parte gastronômica, com comidas e bebidas típicas da Paraíba, como rapadura e cachaça.

A estimativa é que mais de R$ 1 milhão sejam comercializados durante os 19 dias do evento. O Governo do Estado investiu mais de R$ 500 mil, e a expectativa é de um público de mais de 100 mil pessoas.

Programação cultural – A Praça da Alimentação fará uma homenagem ao paraibano Jackson do Pandeiro, considerado “O rei do ritmo”, no ano do seu centenário. O nome será “Espaço Criativo Jackson do Pandeiro”.

Em parceria com o PAP, a empresa de eventos Mendhi assumiu a organização, inclusive das apresentações folclóricas que estarão alinhadas com o propósito de resgate da cultura local.

A apresentação contará com trios de forró pé de serra e grupos culturais.

Serviço: Realização/30º Salão

Local: MAC (Museu de Arte Contemporânea Unifacisa)
Endereço: Rua João Lélis, 581, bairro do Catolé – Campina Grande
Período: 12 a 30 de junho
Horário: 15h às 22h

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Site Footer

Sliding Sidebar