Marcelo Freixo diz que governo Bolsonaro ‘é uma tragedia’ e acha que o dito cujo deve desculpas ao Nordeste

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) esteve na Paraíba para participar do Fórum Brasileiro de Segurança Pública nesta quarta-feira (31). O parlamentar elogiou a receptividade dos paraibanos, detonou a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e comentou sobre a polêmica envolvendo os nordestinos.

Endurecendo o tom ao falar do atual Governo Federal, como é de seu perfil político, ele classificou a gestão Bolsonaro como uma tragédia e disse que ele amplia o conceito de irresponsabilidade.

“O governo federal não tem política para nada. O governo federal é uma tragédia, uma irresponsabilidade, o governo federal não tem respeito à memória e desacredita plenamente. O presidente defende tortura e defende execução, então, evidentemente isso não é política pública. O presidente defende algo que se faz há 500 anos e não melhorou pra isso”, afirmou Freixo.

Na oportunidade, Freixo se solidarizou com o povo nordestino, após a polêmica que teve como estopim declarações vazadas do presidente atacando governadores do Nordeste e classificando-os como “paraíbas”.

“Primeiro que eu sei onde fica a Paraíba ao contrário do presidente”, iniciou alfinetando. “Eu tenho respeito muito grande pelo Nordeste, um carinho muito grande pela Paraíba, acho que o presidente deveria se desculpar, coisa que ele não tem a grandeza de fazer. Eu acho que não se faz piada com um povo, não se desrespeita um povo como ele fez”, concluiu.

Para Freixo, Bolsonaro ainda não tem ideia do cargo que ocupa. “Ele é um presidente da República, tem que se comportar como tal, e eu acho que ele não aprendeu ainda o significado do cargo que ele ocupa”, finalizou

Site Footer

Sliding Sidebar