Motoristas de alternativos bloqueiam vários pontos da BR-230 na Paraíba em protesto para forçar audiência com o governador João Azevedo

Um protesto de motoristas alternativos interditou vários pontos da BR-230 na Paraíba, desde o início da manhã desta terça-feira, 6 de agosto. No Sertão são 5 pontos de interdição: Na BR 230, nos KM’s 399 (Pombal), 422 (acesso a Catolé do Rocha), 331,8, 344 (Patos) e na BR 361, KM 08. Em Bayeux, no km 32, segundo a Polícia Rodoviária Federal, os dois sentidos da rodovia estão fechados.

As vans, táxis e ônibus estão sendo barrados. O protesto, segundo informou Jonas Rolim, um dos organizadores, é forçar uma audiência com o governador da Paraíba, João Azevedo (PSB) para pressionar a efetivação da concessão de exploração da atividade de transporte alternativo intermunicipal.

“Desde 2014 temos uma lei para regulamentar os alternativos na Paraíba e tem um conselho gestor criado para gerir a lei. Faz cinco anos e não houve concessão nenhuma para nós. Agora, depois de 5 anos, o diretor técnico do DER disse que o órgão não tem condições técnicas de fazer um estudo e nos dar a concessão. Esse é o motivo do protesto”, disse Jonas.

Segundo ele, outras cidades aderiram à manifestação e tiveram bloqueios no tráfego. Ele citou João Pessoa, Campina Grande, Patos, Pombal, Teixeira, Santa Gertrudes e Cajazeiras. A Polícia Rodoviária Federal, contudo, confirmou apenas quatro pontos de interdição: nos Km 361, 331, próximo ao posto Tigrão, km 344 e no Trevo do Catolé no sentido Cajazeiras.

Um comboio composto por aproximadamente 30 vans saiu de Patos com direção a João Pessoa, onde os representantes dos alternativos querem se reunir com o governador João Azevedo.

Site Footer

Sliding Sidebar