PORQUE HOJE É SÁBADO

1 – A festa rolou na praia ontem à noite, assim que Lula botou os pés pra fora da cadeia. O famoso Busto de Tamandaré ficou lotado de pessoas vestindo camisas vermelhas com os dizeres “Lula Livre”. A grande estrela da noite foi o deputado Gervásio Maia, muito à vontade e sorridente. Fez até discurso. E posou para fotos ao lado de incontáveis fãs.

2 – Como era de se esperar, deputados bolsonarianos se assanharam e anunciaram uma emenda à Constituição acabando com esse negócio do condenado somente cumprir a pena após o trânsito em julgado da sentença. Esse pessoal não sabe o que é cláusula pétrea. Essa coisa aí só pode ser extinta por uma nova Constituição. Emenda nenhuma tem o poder de mudar o que existe numa cláusula pétrea. E o trânsito em julgado está incluído na pétrea cláusula, para desgosto e tristeza de vocês.

3 – Mas a culpa é do Toffoly, que deu esperanças aos desesperados portadores da síndrome do anti-Lula. Os coitados vão cair do cavalo. Vão fazer zoada até umas horas e depois de descobrir que a tentativa foi vã, vão chorar como chorando estão, derramando rios de lágrimas, tirando as calças e pisando em cima, grande parte se enforcando num talo de coentro e morrendo do bofe.

4 – Eu não estarei presente, mas nem por isso os princesenses do cuscuz vão deixar de se reunir em torno de uma mesa no Mercado da Torre para torar o famoso cuscuz com bode, com rabada e mocotó no restaurante do Dó, o mais frequentado e barateiro daquele imenso celeiro de comidas populares e degustáveis da Torrelândia de tantas histórias de trancoso.

5 – Terça-feira haverá, no Conselho Nacional do Ministério Público, o julgamento do inoxidável Dallagnol, parceiro de Moro nas maldades praticadas contra Lula. Se for condenado, poderá perder o cargo e ainda responder na justiça. Resta aguardar o desenrolar dos acontecimentos. Mas o julgamento será por causa dos ataques que fez ao STF.

6 – Pepe Mujica, ex-presidente do Uruguai e atual senador sem deixar de andar de fusca, diz sorbre a libertação de Lula: “Recupera o caminho das ruas um lutador social e politico pelo sonho de um pouco de igualdade e equidade”.

7 – Lula vem aí. O presidente do PT articula uma visita do ex-presidente à Paraíba. Aqui será, sem dúvidas, recepcionado pelo ex-governador Ricardo Coutinho, o único que ficou do seu lado por cima de pau e pedra, sem medo de cara feia e disposto a enfrentar qualquer consequência.

8 – De Ricardo Coutinho sobre a libertação de Lula : “O Lula sai da prisão muito maior do que entrou mesmo que isso, por si só, não resolva todos os problemas do País e até do campo progressista. Mas, sem dúvida, foi a mais importante derrota do neo-fascismo que manipula desde consciências do Brasil até as instituições. Que o Lula tenha consciência dessa encruzilhada e que possa ajudar a convergir as forças democráticas sem exclusivismos e hegemonismos. Todo democrata, todo brasileiro que ame o seu país, deve estar feliz com a libertação da maior liderança do País, condenado num processo manipulado e vergonhoso. Lula já está Livre. Cabe ao Povo, agora, libertar o Brasil” .

9 – A Globo noticiou a saída de Lula da cadeia porque não encontrou outro jeito. Mas a enfase era o crime ou os crimes aos quais responde e a possibilidade de uma reversão na decisão do Supremo Tribunal Federal. O Boner chega acendeu os buracos da venta na hora de falar.

10 – Se não adiar de novo, Bolsonaro chega a Campina segunda-feira. E eu já me pego antevendo o quadro. Julian, que brigou com o irmão de Romero, lado a lado ao desafeto, cada um se esforçando para ficar perto do mito. Sei não, visse, mas num negócio apertado como palanque de presidente, o cabra faz de tudo um pouco e um pouco de tudo para brigar sem ninguém notar. Até dedada serve.

11 – E agora lá se vão meus abraços sabadais para Sandra Marrocos, Zé Alan Abrantes, Jorinho Toscano, Ricardo Servulo, Washington Luiz, Alan Nunes, Wagner Assunção, Claudionor Araujo, Divanere Lima, Astero Santos, Betto Viana, Aguinaldo Mota, David Martins, Coronel Américo, Walter Paparazzo e Edson do Kipreço.

12 – O preto João de Zidoro, padeiro afamado, fez sua primeira viagem de trem em 1965, entre Arcoverde e Flores no Pernambuco. No meio da viagem, ali por volta de Custódia, apertou-se. Como naquele tempo o trem não tinha banheiro, foi aconselhado por Piga, seu companheiro de viagem, a botar a bunda na janela e cagar contra o vento. Dito e feito. Estava no serviço e nem notou que o trem passava por Custódia. Mas as duas velhinhas que estavam na estação notaram. E ao verem a cena, uma delas falou para a outra: -Eu vi Fidel Castro com a cara na janela do trem!”, ao que a outra respondeu: “Eu também vi. Mas o que admirei mesmo foi o charuto enorme que ele segurava nos dentes!”

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Site Footer

Sliding Sidebar