PORQUE HOJE É SÁBADO

1 – O Salão de Artesanato começou com um dia de atraso, igual a jumento manco que perde a hora e chega depois do horário previsto.

2 – Tiraram o blog de Flávio Lúcio do ar. Querem calar o corajoso articulista da forma mais grosseira que existe. Mas se o professor quiser publicar seus artigos no Blog do Tião, sinta-se convidado.

3 – Chegando da Feira da Torre, mais precisamente da Barraca do Elias, depois daquele café da manhã regado a rabada, bode, galinha matriz, peixe frito e picado, com cuscuz, é claro. Amanhã mostro a foto, mas de logo adianto que estavam lá Emmanuel Arruda, Tadeu Florêncio, Luciano Arroz, Edmilson Lucena, Sebastião Gerbasi, Paulo Josafá e o Tião Bonitão que vos fala.

4 – Miguezim meu irmão já marcou pra vir a Paraíba umas quinhentas vezes e depois desmarcou. Alega que é longe de Brasília até aqui, como se viesse “de a pés”.

5 – O Conselho Regional de Medicina defende o fechamento do Hospital de Trauma. Alega que o hospital vive um verdadeiro caos. E é porque disseram que tudo ia ficar melhor.

6 – Tá de pior a pior, feito a cantiga da perua.

7 – O deputado Walber Virgulino quer o impeachment do governador João Azevedo, mas duvido que consiga. Em ano de zinleição tudo o que vale manchete é usado.

8 – Me contaram umas coisas hoje na Feira da Torre…

9 – Esse tal de Kita parece que não é coisa boa. Pelo menos as referências que me chegam dizem isso.

10 – Dinheiro para campanha política é coisa corriqueira aqui e em alhures. E não é crime comum, tem que ser apurado pela Justiça Eleitoral.

11 – E agora lá se vão os meus abraços para Maiza Alves, Fátima Alves, Cristina Nóbrega, Ana Lorena, Rosane Pereira, Flora Diniz, Tereza de Fofa, Marluce Almeida, Ana Paula, Margarete Zagel, Sandra Marrocos, Aparecida Ramos, Raquel Ingrid, Marta Santos, Edilane Araujo, Nininha Lucena, Maria de Antonio Negão e Preta de Luizinho.

12 – Duas mulheres, ambas gestantes, procuraram o governador João Agripino para denunciar que o responsável por aquilo tudo era um soldado integrante do Corpo da Guarda do Palácio da Redenção. Queixosas, queriam que o governador punisse o sedutor ou fizesse com que ele casasse com uma delas.

– Mas que nada! Tragam o homem imediatamente, que quero condecorá-lo -, disse o governador

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Site Footer

Sliding Sidebar