Uso de máscaras deve durar cerca de 5 anos, diz secretário executivo de Saúde do Estado

Mesmo com a redução dos casos de Covid-19, diante da ampliação da vacinação contra o vírus, o que tem reduzido o número de infectados, o uso de máscaras deve durar cerca de cinco anos, contados desde 2020. A informação é do secretário executivo de Saúde do Estado, Daniel Beltrammi.

“A gente precisa entender que máscara no rosto e vacina no braço vai nos levar a dias melhores que esses que estamos vivendo hoje”, declarou.

Segundo ele, a tão sonhada aposentadoria das máscaras vai chegar sim, mas não agora.

“Esse dia vai chegar também. Tudo o que a gente sabe mostra que os ciclos de pandemias inteiro duram cinco anos. A gente deve continuar convivendo com a pandemia na pauta até 2024, mas, com condições de adaptação nossa ao vírus cada vez melhores”, disse durante entrevista no programa Muito Mais, da TV Band Manaíra.

Ele ressalta que o fim da pandemia será bem mais rápido com com o cumprimento das medidas sanitárias anunciadas desde o início da pandemia. ‘Vamos fazer esse esforço conjunto para chegarmos o mais rápido possível a esses dias melhores que todos queremos”, apelou.

Vacinação

A expectativa, segundo Beltrammi, é que o ciclo de vacinação contra a covid-19 realizada este ano, seja encerrado na Paraíba ainda em 2021, com toda a população vacinada, para que em 2022 novo ciclo tenha início.

“Necessariamente precisaremos começar ainda dentro do primeiro trimestre, no mais tardar no final do primeiro trimestre de 2022, a campanha de vacinação contra a covid-19 em 2022.

Segundo ele, muito possivelmente a plataforma vacinal contra a covid será uma plataforma vacinal igual a da gripe influenza.

Cícero Lucena apresenta projeto do Parque das Três Ruas e anuncia abertura de licitação para obra

José Aldemir tem 40% dos pulmões comprometidos e é internado em hospital de João Pessoa para tratar da covid-19

Cristiano Zanin é aprovado pelo Senado e será ministro do STF

Site Footer

Sliding Sidebar

O Fuxiqueiro – Todos os direitos reservados.