VARADOURO: Prefeito entrega reforma, ampliação e modernização de escola e reforça compromisso de um futuro promissor na Educação


A Escola Santos Dumont, no Varadouro, ganhou uma infraestrutura nova, tecnologia de ponta e o olhar humano e mais inclusivo da Prefeitura de João Pessoa, para garantir as melhores condições de aprendizado aos 280 alunos. A unidade – a 30ª reformada, modernizada e ampliada pela gestão municipal – foi entregue na manhã desta quinta-feira (5), pelo prefeito Cícero Lucena, que reforçou o compromisso de oferecer um futuro mais promissor para os estudantes da Capital.

“João Pessoa ter a qualidade e as condições de aprendizado e de trabalho igual ou melhor do que as melhores escolas particulares, treinando, reconhecendo, valorizando os trabalhadores da Educação, dotando de infraestrutura física, de tecnologia e uma pedagogia aliada a prática do esporte, da cultura e da ciência é motivo de felicidade. Então, ver uma escola como essa, que completa 50 anos, e ter o nome de um visionário brasileiro, Santos Dumont, que estaria completando 150 anos, eu tenho a certeza absoluta que ela tem a visão do futuro que a cidade e que as nossas crianças merecem”, afirmou o prefeito.

A secretária municipal de Educação, América Castro, lembrou que a Prefeitura de João Pessoa está avançando para garantir que todas as unidades recebam o mesmo padrão, com a climatização, biblioteca, laboratório de Ciências, Salas Google, Espaços Make, aliando infraestrutura e tecnologia em favor dos alunos. “Eu que fui professora de escola privada, de escola pública, gostaria e rezei muito, pedindo a Deus que tivesse um gestor como esse que está aqui em João Pessoa, para poder trazer uma condição como essa. Escola tem que ser agradável para o nosso aluno poder voltar no outro dia”, afirmou.

Olhar inclusivo – Além do acolhimento de alunos com algum tipo de deficiência e do Transtorno do Espectro Autista (TEA), que são cerca de 3.500 na Rede Municipal, a Escola Santos Dumont demonstra o cuidado da Prefeitura com a inclusão. Entre os 280 alunos da unidade, 90 são indígenas venezuelanos, que recebem um ensino multiseriado, adequando suas necessidades para o aprendizado. “Em nome de todos os venezuelanos, quero agradecer ao prefeito e dizer que estou muito feliz em estudar aqui”, agradeceu Alita Gonzalez, da tribo Uarau, da Venezuela.

Intervenções – Climatização dos ambientes, modernização da fachada, construção de escovódromo, novo projeto elétrico e subestação, recuperação da coberta, recuperação e substituição dos pisos, substituição da rede hidrossanitária, novas esquadrias e itens de acessibilidade. O investimento foi de R$ 625 mil. “Tudo isso que está acontecendo hoje, eu digo, a comunidade está muito agradecida, de verdade. Vamos preservar tudo que foi feito, porque são 50 anos e, pela primeira vez, a escola recebe uma reforma de verdade”, afirmou Maria da Glória Bezerra, diretora pedagógica.

Tecnologia – A unidade conta com todas as inovações que estão sendo colocadas em prática na Rede Municipal. Salas Google, Espaços Make, mesinhas digitais, biblioteca e material pedagógico completo, com uso de Lego e outros objetos, com a função de ampliar as possibilidades de aprendizado dos alunos.

Paraíba tem 95% dos municípios em bandeira laranja na 26ª avaliação do Plano Novo Normal

A exemplo de Ricardo e Coriolano Coutinho, outros investigados na Calvário recebem habeas corpus

João Pessoa publica novo decreto e estabelece restrições com limite de público em shows de até 80% de capacidade

Site Footer

Sliding Sidebar

O Fuxiqueiro – Todos os direitos reservados.