Bruno Farias passa bem após cirurgia cardíaca e conta o que houve

O vereador de João Pessoa, Bruno Farias, passou por um cateterismo cardíaco no fim da tarde de ontem no Hospital Memorial São Francisco, mas passa bem. Ele explicou que sofreu um AVC isquêmico durante a sessão legislativa do dia 29 de maio e depois disso procurou investigar a causa do mal estar. O resultado foi a necessidade do procedimento. Bruno está bem, mas no início da manhã estava internado na UTI, devendo ser transferido para um apartamento ainda pela manhã e ter alta no fim do dia.

O vereador contou com detalhes o que aconteceu. Confira:

Na quarta-feira, dia 29/05, tive, lá na CMJP, dentro do plenário, um AVC isquêmico. Graças a Deus, sem sequelas.
Eu estava super bem, quando, no meio da sessão, fui pegar o Regimento Interno para tirar uma dúvida. Ao abrir o Regimento, de repente, eu não consegui lê-lo. Só enxergava a metade da página, como se tivesse uma sombra sobre o meu olho esquerdo. Cerca de 15 minutos depois, passado o susto, a visão voltou normalmente. Fui ao oftalmologista que fez exames e não encontrou nada de anormal em minha visão. Fui ao cardiologista, que fez um eletro, e não detectou nada. Ele me passou exames laboratoriais que também não registraram nenhuma alteração nas minhas taxas.

Fui ao neurologista que passou um Doppler das carótidas e uma ressonância do cérebro.

O Doppler das carótidas não acusou nada. Estava tudo normal.

Já a ressonância do cérebro, apontou dois diminutos focos no lobo occipital direito, o que correspondeu com os sintomas de perda efêmera e parcial da visão que senti no olho esquerdo.

Descoberto isso, o cardiologista fez um ecocardiograma transeofagico, que detectou que eu tinha Forame Oval Patente (FOP) no coração, uma abertura no coração que todas as pessoas nascem com ela. Só que naturalmente essa abertura se fecha até os 2 anos de idade. Só vim descobrir aos 38 anos que minha abertura (forame), não tinha fechado. E esse forame é causa de muitos AVCs em pessoas jovens.

A partir desse diagnóstico, tanto Fulvio Petruci (cardiologista) quanto Ronald Farias (neurologista) chegaram à conclusão de que o forame oval patente foi o responsável por essa isquemia que tive.

Então, ontem, por volta das 16h, eu me submeti a um cateterismo cardíaco destinado a fazer a oclusão do Forame oval Patente, ou seja, pra fechar essa danada dessa abertura.

A cirurgia foi um sucesso e estou 100%. Coração pronto pra acolher os puros e bons sentimentos, bem como para enfrentar todas as emoções que a vida ainda me reservará.

FONTE: Parlamentopb

 

Site Footer

Sliding Sidebar