França elimina Brasil na prorrogação e as meninas voltam mais cedo para casa

A França venceu a seleção brasileira neste domingo, 23, em Le Havre, por 2 a 1 na prorrogação, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. A atacante Valérie Gauvin abriu o placar para as donas da casa, mas a volante Thaísa empatou para o Brasil. Na prorrogação, a meia Amandine Henry definiu o placar final.

O Brasil teve algumas oportunidades claras de gol durante a partida – uma delas na prorrogação, quando a atacante Debinha finalizou, mas a defesa francesa cortou em cima da linha. A França, apesar dos sustos, dominou a partida do início ao fim, mantendo a posse de bola e pressionando a defesa brasileira, principalmente com a atacante Eugénie Le Sommer.

Líder da seleção brasileira, Marta teve atuação discreta, com alguns dribles que não foram traduzidos em chances de gol. Debinha foi o destaque e levou perigo à meta da goleira Sarah Bouhaddi. A atacante Cristiane também teve destaque e acertou a trave em um cabeceio no segundo tempo, mas deixou o campo carregada na prorrogação, depois de sentir uma lesão na coxa esquerda.

A seleção da França confirmou o favoritismo e a campanha de 100% de aproveitamento na Copa do Mundo e agora aguarda pelo vencedor do confronto entre Estados Unidos e Espanha. O Brasil, por sua vez, não era favorito como em outras edições do torneio e oscilou desde o início da fase de grupos, finalizando sua participação com duas derrotas e duas vitórias.

Placar

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Site Footer

Sliding Sidebar