Profissionais da Saúde do município promovem protesto e admitem greve em João Pessoa

Várias categorias de profissionais, dentre os quais médicos, agentes de saúde, odontólogos, enfermeiros, etc, que atuam na área de saúde de João Pessoa compareceram à Câmara Municipal para promover um protesto com relação à falta de reajuste de salários e pedindo melhores condições de trabalho. Eles pressionam por uma audiência com o prefeito da capital, Luciano Cartaxo (PV) e se recusam a manter entendimento com o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio. Caso não seja atendida, a categoria admite a deflagração de uma greve conjunta dos diversos profissionais.

“Estamos tentando agendar um encontro dos profissionais de Saúde com o prefeito. O líder da bancada, Fernando Milanez Neto, está conversando com o prefeito para marcar”, disse a vereadora Raissa Lacerda (PSD), do bloco aliado.

“Ninguém aguenta mais Adalberto Fulgêncio como secretário de Saúde. Já que ele quer ser candidato a prefeito deveria aproveitar e entregar logo o cargo!”, criticou o oposicionista Léo Bezerra (PSB).

Os manifestantes colocaram um carro de som em frente ao prédio da Câmara e gritam palavras de ordem como “Fora, Adalberto!”.

Site Footer

Sliding Sidebar